quarta-feira, 9 de novembro de 2011

A Primavera e o Herói Anônimo

Aos que semeiam primaveras e esperanças

Nos fins de semana, quando vou levar o carro para lavar, passo em frente a um grande pé de primavera. Imenso e todo florido. Quando estou no carro, reduzo a velocidade e vou andando devagar para curtir aquela imensidão de flores. Quando estou caminhando para ir buscar o carro no posto, ando mais devagar ainda, hipnotizado por tanta beleza.

1 – Uma visão hipnotizante!

Quando passo por este pé de primavera, fico sempre pensando:
Quem será que plantou? Há quantos anos existe este pé de primavera? Quem cuida dele, quem varre as folhas e as flores quando caem? Ninguém o obrigou a plantar, nem a manter esta bela árvore.

2 – Vejam este outro ângulo do imenso pé de primavera.

Se nosso pé de primavera tem nove anos, este imenso pé de primavera deve ter mais de trinta anos! Talvez quem plantou esta primavera não more mais na casa, ou talvez já não esteja vivo ou viva.
É o nosso Herói Anônimo.

3 – E de perto? São milhares de flores.

Além de estar plantado numa calçada, do outro lado da rua está uma grande escola. As crianças e adolescentes que chegam todos os dias para estudar podem nem perceber este mundo de flores, mas, com certeza, muitos de seus pais devem olhar fascinados por esta combinação da beleza das flores com espaço educativo de uma boa escola.

A Primavera e a Escola devem semear flores e esperanças, mesmo que demorem dezenas de anos para dar resultados.

2 comentários:

  1. Prezado Gilmar,

    Um FORA DE PAUTA sensacional que precisamos registrar.

    Há poucos minutos, numa entrevista coletiva em Santos, veio a público um fato extraordinário:

    Neymar fica no Brasil até 2014.

    Seu coração de torcedor pode não estar tão satisfeito com o sucesso do adversário.

    Mas seu coração de brasileiro vai se sensibilizar ao ouvir o que se divulgou agora há pouco.

    Pouco antes das 4 da tarde desta quarta-feira, 9 de novembro, o presidente do Santos, Luiz Álvaro, incia a entrevista coletiva e faz um belo discurso, digno de grandes líderes, revelando uma sensibilidade que poucos carregam.

    Além de todos aspectos relacionados ao negócio e ao mundo do futebol, o presidente do Santos revelou um profundo respeito humano e uma rara visão de otimismo com o nosso Brasil.

    Na sequência, Neymar fala aos jornalistas e revela uma personalidade que eu ainda não havia notado nele.

    A despeito de ser um jovem irreverente, desde as roupas e o cabelo a revelarem, o que é natural para um rapaz de 19 anos, mostrou-se um homem simples e respeitoso, enaltecendo o Santos e o esforço feito para a renovação do contrato até 2014, e mais que isso, uma declaração de amor ao vivo e a cores ao seu pai e toda sua família.

    Disse muito mais. Seria muito bom que toda a entrevista fosse repetida para mais brasileiros e brasileiras assistirem e se orgulharem de seu país. De surpresa, no meio da tarde, poucos puderam assistir.

    Garanto que vai se emocionar com as palavras do presidente do Santos, do Neymar atleta, e do Neymar pai.

    UM GOLAÇO. UM GOL DE PLACA.

    Foi o que acabei de assistir.

    Pra encerrar, foi ainda um show do cidadão Neymar, que na entrevista se revelou um craque, tanto quanto nos gramados, ao se desvencilhar de perguntas que não estavam à altura do acontecimento.

    ResponderExcluir
  2. Prezado Sérgio,
    Da mesma forma que as pessoas podem cultivar uma planta e varrer a frente de sua casa, um jovem e um clube de futebol podem fazer muito mais para dar uma aula de cidadania e autoestima para o povo brasileiro. Por tabela, o time atual do Corinthians está devendo muito ao Santos e a Neymar, por continuar na liderança do campeonato.
    Isto é um verdadeiro Gol de Placa!!!

    ResponderExcluir