terça-feira, 1 de novembro de 2011

Flores, Frutos, Lagartas e Borboletas

Uma planta é uma caixa de surpresas

No dia 02 de Setembro passado fiz um texto com fotos das flores do pé de Jabuticaba e perguntava: “Vocês já viram esta flor?” Curiosamente é um dos textos mais visitados. Aquelas flores murcharam e depois veio outra leva de flores, em mais quantidade e maiores. Desta vez viraram frutos em abundância. Como amanhã é feriado de finados no Brasil, vou editar hoje para aproveitar melhor a folga.




O curioso é que, na noite da sexta-feira passada, dia 28, eu estava olhando para as flores mariazinhas brancas, que brilham à noite, e vi que no pé de jabuticaba havia também algo branco e brilhando nas folhas. Achei aquilo estranho. No início pensei que fossem pedaços de panos brancos.





Ao ir ver de perto, para minha surpresa, eram duas lagartas grandes e brancas. Elas comiam sem parar. Tinham muita pressa... Fiquei tão impactado com a imagem que não tive coragem de matá-las, para defender o pé de jabuticaba e seus frutos. Afinal, eram apenas duas lagartas num grande pé de jabuticaba e elas poderiam se transformar em duas belas borboletas. Deixei para olhar melhor durante o dia.



No sábado pela manhã fui procurar as lagartas brancas no pé de jabuticaba. Olhei e olhei, procurei por todos os lados e não encontrava nada. Fiquei pensando que elas tinham-me feito de bobo. Fiquei olhando e imaginando o que teria acontecido. De repente vi um grupo de folhas grudadas, como se estivessem coladas.

Ao abrir algumas folhas, vi uma grande lagarta branca... dormindo.

Fiquei o fim de semana pensando que tipo de borboleta é esta que põe ovos no pé de jabuticaba e que as lagartas, além de serem brancas e brilhantes, só comem à noite e dormem durante o dia. Para ter certeza que era assim mesmo, no período da tarde fui olhar as lagartas com as folhas que eu tinha descolado. As folhas estavam coladas novamente e a lagarta em profundo sono.

A noite fui olhar as lagartas novamente. Lá estavam as lagartas comendo. E, para minha surpresa, em vez de duas, tinham três. Entrei em crise existencial! Qual é o ponto de equilíbrio do pé de jabuticaba? Eu tinha aceitado duas lagartas, agora são três, e se tiver mais? Resolvi definir o limite de três sobreviventes e esperar a formação dos casulos e tentar fotografar as borboletas.


Como se aprende com a natureza!

Além de cuidar da terra, temos que cuidar das mudas, dos galhos, das folhas, dos frutos e também das borboletas, das lagartas e dos pássaros.

Como dinheiro não cai do céu, a beleza das flores e das borboletas também não surge de uma hora para outra. Tudo tem seu tempo e seu valor.

5 comentários:

  1. Camarada Gilmar, dei risada com seu post. Abraços e bom feriado!

    William Mendes

    ResponderExcluir
  2. Adorei o seu post, confesso que hoje tive a mesma surpresa, fui olhar o meu pequeno e estimado pé de jabuticaba e me deparei com duas lagartas brancas, justamente por este motivo decidi pesquisar n web, para saber se haviam fotos do tipo de lagarta que se tornariam
    Ao invés das fotos achei seu blog e confesso que tive o mesmo pensamento de preservá-ls porque são belas, mas confesso que apos ler teu post fiquei um pouco preocupada pensando se em breve vou encontrar mais delas. rs

    ResponderExcluir
  3. Interessante, tem um comentário de 2011, um de 2013 e hoje é 31/10/3015 e vim pesquisar sobre lagartas brancas justamente pq hj encontrei 3 delas no meu pequeno e querido pé de jabuticaba de vaso. Vergonhosamente tenho que admitir que não fui tão nobre e arranquei as coitadas implacavelmente. A consciência doeu por isso estou aqui. Alguém aí dessas experiências podem me dizer se realmenre são das que viram borboletas ?
    :(

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. ah! e será que é só nessa época (entre final de outubro e inicio de novembro) que elas aparecem ? Ui!!

    ResponderExcluir