quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Dia 15 com 15 mil acessos

Estímulo ao trabalho

Neste dia 15 de novembro, ontem, à noite, este blog chegou a quinze mil acessos, em apenas pouco mais de sete meses de vida,sem rádio, jornal e televisão para propaganda. A divulgação é feita pelo próprio blog, alguns e-mails e os contatos, que já passam de dois mil no facebook.

Uma das coisas que mais me estimula a escrever e divulgar flores e música, é ver que pessoas dos mais diversos países também acessaram o blog. Por exemplo, nesta semana, além dos tradicionais leitores do Brasil, dos Estados Unidos, Alemanha, Portugal, Canadá, Suíça, Reino Unido, Cingapura, Israel e França, Letônia, tivemos o retorno de pessoas de países que não são diários, como os freqüentes, mas estão sempre aparecendo. É o caso da Bulgária, Espanha, Suíça, Japão, Rússia, Bélgica, China, Romênia, Turquia, Holanda e Coréia do Sul. Continua a ausência dos países árabes. Não tenho idéia do por quê.

O curioso é que os temas tanto podem ser flores como economia ou política, o número de acessos tem sido constante, tanto no Brasil como de outros países. Mas as flores e a arte sempre motivam mais. Há uma compreensão de que a política e os políticos estão saturados e sem credibilidade. Ao mesmo tempo, mesmo Joel não gostando, há um crescimento da religiosidade, para o bem ou para o mal. Precisamos tomar cuidado com os dogmas e as intransigências.

Por falar em Arte, hoje, finalmente consegui comprar o livro “Vidas dos Artistas” de Giorgio Vasari. Por ironia, mais uma vez lembrando Joel Bueno, que não gosta de ver tanto apelo religioso no facebook, na Apresentação do livro, a primeira frase que aparece é: “Vasari, no bom e no mau sentido, é o verdadeiro patriarca e pai da Igreja da nova história da arte. Julius Von Schlosser”. Para mim, este livro é a Bíblia da Arte, no sentido de ser o primeiro livro, a referência inicial para os estudiosos e historiadores da Arte.

Para não ficar só na pintura, aproveito para divulgar uma foto da capital do Renascimento.Florença ou Firense.


Este é o túmulo do pai da língua italiana e polemizador com o Papa da época, Dante Allighieri. Está numa das principais igrejas de Florença e, talvez se não estivesse lá, não estaria preservado para a posteridade. As Igrejas e os Museus têm suas funções históricas.

Em Florença, a Igreja e os Reis se juntaram mais uma vez para expandir suas riquezas e ostentarem suas pinturas e suas músicas. Economia, arte e religião, somadas com o poderia militar, sempre são as bases das civilizações.

Enquanto isto, aproveito para mostrar estas pequenas frutas do Restaurante de Botucatu, onde almoçamos com nossa família durante os dias da formatura.




Numa pequena cidade do interior de São Paulo também existe uma grande catedral onde um dos bispos começou com Dona Zilda Arns, a Pastoral da Criança.

2 comentários:

  1. Sou indiferente às crenças religiosas, Gilmar. Cada um na sua. O que me incomoda é o proselitismo barato. E o mau gosto. Coisas que proliferam no Facebook. A arte renascentista - religiosa ou não - me encanta sempre.

    Abraço - e parabéns pelo número de acessos ao blog.

    ResponderExcluir
  2. Meus parabéns Gilmar pelo número de acesso ao blog.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir