segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Sob luz de vela

Horas sem luz em São Paulo

No final da tarde deste domingo, quando começava o segundo tempo do jogo do Corinthians com o Vasco, além da chuva fina que caia, caiu também o sistema elétrico em nossa Vila. Ficamos mais de três horas sem luz e sem humor. A cidade mais rica do Brasil parece aquela musica de antigamente: De dia falta água e de noite falta luz!

Depois de ler muito sob luz de velas, ao olhar as chamas no meio da escuridão, achei que valia a pena tentar umas fotos. Veja a primeira:

Apesar da precariedade urbana, podemos identificar pontos de belezas.

No outro pires, uma pequeníssima chama sobrevive, como se quisesse ficar olhando aquele jogo de pequenas luzes e uma grande escuridão. Na casa, na cidade e no mundo.


Depois desta gotinha de luz apagar-se, voltamos à leitura e depender das velas.


Para que a filha pudesse partir para Botucatu com segurança, tivemos que repetir o que já tínhamos feito antes. Abrir o portão manualmente, sob chuva, tirar o carro, fechar portão, repetir tudo de novo. A vida sem energia elétrica e sem água é um verdadeiro atraso de vida.
Em pleno século XXI.

Depois descobri que o Corinthians empatou e a possiblidade de ser campeão continua. Vida de sofredor, cheio de esperanças.

Um comentário:

  1. É, Gilmar... mas a "música de antigamente" é uma marchinha carioca:
    "Rio de Janeiro, cidade que nos seduz! De dia falta água, de noite falta luz!"

    http://www.divshare.com/download/8719358-db5

    ResponderExcluir