sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O Mundo e suas Histórias

Visitas da Turquia e de “Trinidad e Tobago”

Dialogar com o mundo e respeitar a história e a tradição de cada povo e de cada país, esta é a missão do século XXI.

Os grandes impérios começaram, acabaram e muitos deles quase que não são conhecidos atualmente. É importante conhecer todas as histórias, para se repetir o que foi positivo e evitar os erros e as atrocidades. Confúcio, Buda, Abraão, Platão, Jesus e Maomé. Até hoje o mundo reflete suas vidas e seus ensinamentos.

No Egito, Napoleão venceu a famosa Batalha das Pirâmides, onde proferiu a famosa frase: “Soldados, do alto destas pirâmides, quarenta séculos vos contemplam”. Entretanto, no Mediterrâneo, próximo ao Egito, os franceses foram derrotados pelo Almirante Nelson, na famosa batalha naval de Abukir.

Enquanto Napoleão estava no Egito, na Europa o Diretório continua com sua política de anexação territorial em plena paz e intensifica a propaganda revolucionária. Esses fatos provocaram a formação da Segunda Coligação contra a França (1799), da qual participaram a Inglaterra, o rei de Nápoles, a Turquia e a Rússia. As primeiras operações militares são desfavoráveis à França e os exércitos franceses são obrigados a abandonar as regiões anteriormente conquistadas e anexadas.

Depois de Napoleão, a França nunca mais teve o mesmo glamour. Mas continua sendo o país mais visitado pelos turistas de todo o mundo. E Paris continua sendo a cidade dos sonhos.

Esta experiência de ascensão e queda do Império Napoleônico, também serve para o Império Americano. A grande maioria dos soldados que estão no Afeganistão não tem ideia de que há três mil anos atrás este país juntamente com a Índia, o Irã (Pérsia), a China e a Turquia formavam a região (a Eurásia) que foi base para a colonização urbana da Europa, do Oriente e da Ásia. O mundo passou por ali e deu bons frutos…

O blog recebeu visitas da Turquia e de Trinidad e Tobago.

A Turquia também teve sua época de luzes, quando foi mais importante do que o Ocidente inteiro. Foi mais aberta e libertária do que o cristianismo da época. Mas o Império Turco Otomano e seus descendentes não souberam fazer a revolução industrial e financeira necessárias para entrar no mundo moderno. A riqueza do petróleo ajudou a cegar o mundo árabe e muçulmano. A Turquia continua a ser a esperança de parceria recíproca com o mundo ocidental. Sem negar seu passado muçulmano, seu lado helênico e sua modernidade do pós primeira guerra mundial.

Uma das esquinas do mundo está na Turquia, é Istambul, antiga Constantinopla. Que o Brasil seja um grande parceiro da Turquia e de toda região.

Trinidad e Tobago ou Trindade e Tobago
(em inglês Trinidad and Tobago) é um país caribenho situado ao largo da costa da Venezuela. É constituído pelas ilhas de Trinidad e de Tobago e faz fronteira marítima com a Venezuela, a sul e a oeste, e com Granada, a noroeste.

Em 1498, Cristóvão Colombo chega a Trinidad e Tobago.

Depois ocupada pelos holandeses, logo é tomada pelos espanhóis em 1632.
Em 1802, os ingleses conquistam as ilhas, mas 12 anos depois, em 1814 é cedida ao Reino Unido. As ilhas de Tobago passam a constituír uma colônia apenas em 1888.
O jornalista e escritor português Ferreira Fernandes afirma no seu livro Madeirenses Errantes que alguns madeirenses protestantes, radicados em Trinidad e Tobago após a sua expulsão de Portugal por motivos religiosos, se encontram entre os principais responsáveis pela revolução que se deu neste país.

Trinidad e Tobago tornou-se independente da Grã-Bretanha em 2 de agosto de 1962. Tornou-se uma república parlamentarista e multipartidarista.

Tão perto do Brasil e tão longe do nosso conhecimento histórico.
A América Central e Caribe não são apenas turismo, praias e cassinos.
Lá tem muito da nossa história e do nosso futuro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário