quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Caminhos Floridos

As Flores da Aple

Com a chegada da nossa primavera, as flores estão presentes em toda parte. Mesmo nos prédios e nas salas de trabalho você encontra pequenos vasos de flores. Os governos poderiam plantar mais árvores que dessem flores e fazerem mais jardins em nossas cidades. O mundo ficaria menos complicado e estimularia as pessoas a sorrirem com a beleza das flores.

Eu já falei das pequenas flores da entrada da nossa casa. Quando eu abro a porta pela manhã para vir trabalhar, fico muito contente em ver as árvores na rua e as pequenas flores na escada.

Vejam estas belezinhas:


Estas fotos são tiradas usando meu celular i-phone, que não tem todas as tecnologias dos mais modernos, mas faz milagres...


O criador desta modernidade partiu para ensinar São Pedro a ter mais agilidade na comunicação com os humanos.


Daqui para frente o mundo vai ter mais contato com Deus e com as Flores. Graças a Steve Jobs e sua equipe.
Também devemos fazer nossa parte.

2 comentários:

  1. HOMICÍDIOS NO BRASIL

    Os sítios brasileiros de internet publicaram notícia sobre as taxas de homicídios no Brasil.

    São números divulgados de um estudo da ONU, que contabiliza mais de 43 mil mortes por ano no país.

    Quem tiver o trabalho de fazer uma pesquisa nessas fontes verificará uma enxurrada de números (absolutos e percentuais), alguns contraditórios.

    Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) informa ainda que foram cometidos 468 mil homicídios no mundo em 2010.

    Pouco menos de 10% dos assassinatos no mundo se realizam no Brasil, cuja população representa menos do que 3,2% dos 6 bilhões de terráqueos.

    "País Rico é País Sem Pobreza", é o slogan encontrado na logomarca do Governo Federal.

    Mata-se no Brasil todos os anos muito mais pessoas do que se verifica em alguns nações sob guerra.

    Intelectuais apontam para as distâncias sociais as causas de números tão elevados.

    O pai (um agricultor analfabeto, de 62 anos e natural de Pombal PB, há uma década em Formosa GO) da jovem moça assassinada pelo professor em Brasília sentenciou:

    "As leis neste Brasil precisam mudar e ser mais severas. Nossas mulheres não podem continuar à mercê da violência".

    O amigo Gilmar Carneiro escreveu há alguns meses sobre as várias misérias que devemos combater para construir um país rico e sem misérias.

    Eu prefiro a declaração do pai da jovem assassinada, com toda a emoção que carrega, frente à explicação acadêmica, fria e sem perspectiva.

    Nossas mulheres, homens, jovens, crianças e velhos não podem ser abatidos tão covardemente por assassinos cruéis que se fazem pela impunidade e morosidade judicial.

    Pais e mães que conhecem a luta de uma vida inteira para criar os filhos sabem que a vida vale muito esforço, e não pode ser banalizada como assistimos entristecidos.

    ResponderExcluir
  2. Prezados Sérgio e o pai da estudante de Brasília,

    Agora vocês entendem por que eu defendo uma nova Constituinte. Os poderes constituidos atuais estão desacreditando a democracia.A começar pela imprensa.O povo precisa tomar para si esta responsabilidade. Os partidos atuais estão superados.
    Mas Brasília tem muitas flores, que são melhores do que nossos poderes constituídos.

    ResponderExcluir