quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Músicas do Sol Nascente

Kojo no Tsuki - Taki

Ontem, ao enviar “Flores para Dilma” e reproduzir a belíssima reportagem do Estadão sobre o “Semeador de Cerejeiras”, o Blog atingiu a maior quantidade de acessos em um dia. Foram quase duzentos. Para mim é muita coisa. Para os especialistas, é quase nada. Outra surpresa foi que ontem chegamos a trinta países que já acessaram o blog. Mesmo sendo em português.

Conclusão: As pessoas gostam de Flores, de Dilma, de Cerejeiras e de Japoneses. Posso estar errado, mas a combinação de todas estas coisas fizeram o blog bater o Record. Simples!

Fiquei pensando em prestar uma homenagem aos japoneses como gratidão pelas flores, pelas músicas e pela presença no Brasil, que muito nos orgulha. Lembro-me que quando Shigueaki Ueki foi nomeado ministro,na década de 70, eu estava passeando numa Granja, no município de Oswaldo Cruz, e os japoneses comemoraram porque Shigueaki era o primeiro japonês a virar ministro no Brasil! Hoje, os japoneses estão em toda parte. Tem um que é Ministro da Marinha! Para quem não sabe, a Marinha é o principal símbolo da armada japonesa. Mas nosso Ministro da Marinha é de Paz e não vai usar o código “Torá, torá, torá!”

Lembrei-me que, entre os vários discos de músicas japonesas, eu tenho um muito bonito que é tocado por um grande músico francês chamado Jean-Pierre Rampal. Flautista maravilhoso que morreu há pouco tempo e já estava bem velhinho. Falar de Rampal tocando música japonesa, é como falar de Armstrong tocando e cantando música francesa. A música é universal!
O disco chama-se “Melodias Folclóricas Japonesas”, com doze músicas divinas. Vou colocar duas, bastantes simbólicas.

A primeira chama-se “Kojo no tsuki,” que em português quer dizer “Luar sobre o Castelo em Ruínas”, além de ser muito bonita, lembra filme de Kurosawa. Vejam o vídeo com flores e música...



A segunda, não consegui com Rampal, mas coloquei cantada em japonês. Chama-se Yuyake Koyake”, que quer dizer “Crepúsculo”, cair da tarde, eu acho mais afetivo. Esta música, as crianças aprendem a cantar nas aulas de Nihongô, (japonês). Quando eu estudava Katakaná e Hiraganá, que são dois alfabetos mais simples de japonês, eu vi o livrinho para crianças com a letra da música. Procurei para colocar no blog mas não achei, nem em japonês, nem em português. A família de minha esposa cantava esta música em casa. Peço para quem tiver enviar-me ai eu divulgo. Ou a pessoa pode colocar como Comentário no Blog.



Como dizia meu sogro, que chegou ao Brasil em 1926:
- Banzai! Banzai! Banzai!




3 comentários:

  1. A letra de Yuuyake koyake:

    Yuuyake koyake de hi ga kurete
    yama no otera no kane ga naru
    otete tsunaide mina kaerou
    karasu to isshoni kaerimashou

    O sol vai se pondo
    O sino do templo do monte toca
    Vamos voltar para casa todos de mãos dadas
    Voltemos para casa junto com os corvos

    ResponderExcluir
  2. (PS: Onde está escrito "ou" se pronuncia como um "o" longo)

    ResponderExcluir
  3. Estatística é fogo. O maior número de acessos do meu blogzinho foi no dia 3 de outubro do ano passado. Mais de 500 visitas. O normal era variar entre 80 e 100.

    Fui ver, era por causa de um post em que eu indicava o voto no camarada José Barroso Pimentel. Tinha uma foto dele e o título "Boca de urna - Ceará". O pessoal queria saber o resultado de pesquisas de opinião, ia no Google... e acabava no meu blog.

    No dia seguinte, tasquei a mesma foto do Pimentel e dei o seguinte título: "Sexo selvagem - Ceará". Mas não tive sucesso...

    ResponderExcluir