sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Mariazinhas em Flor

Flores são como filhas e filhos.

A noite acendemos as luzes do quintal para iluminar as flores do Jasmim. Iluminadas elas ficam mais perfumadas e belas. Principalmente agora que já são milhares... Mas perto do chão há vários pés de Mariazinhas, todos floridos.


As Mariazinhas também gostam de ser prestigiadas. E ontem, quando fui acender as luzes, vi perto do pequeno hall, que na Bahia a gente chama de “alpendre”, que mesmo antes de acender as luzes, dava para ver as diversas flores das Mariazinhas. Estas estão “ao pés” de outra planta chamada – Lágrimas de Cristo – que agora está em recesso, seca, esperando chegar a primavera. As Lágrimas de Cristo crescem na rama que fixamos ao lado da pilastra e floresce de cima a baixo, chamando a atenção de todos. Mas agora só tem Mariazinhas.


Flores no Trânsito e Sinal Fechado


Outro dia, parei o carro para dar passagem a um ônibus. O motorista olhou pela janela, sorriu e agradeceu com a mão. Quando o ônibus seguiu viagem, perto do ponto tinha um grande pé de Ipê Amarelo em flor. Se eu não tivesse dado passagem ao ônibus, teria passado direto e não veria as flores do pé de Ipê Amarelo.

Hoje, um casal atravessava à rua, quando o farol estava verde para carros e vermelho para pedestres. Ao sinalizar para eles que o sinal estava fechado, o rapaz disse: Mas estou na faixa. Pelo que sei, a faixa sem farol tem uma regra e a faixa com farol tem outra. Mas as faixas da CET orientando as pessoas falam mais em punir, multando e aumentando os pontos. Tem que EDUCAR e tem que PUNIR.

Mas a educação é mais importante. Na família, na escola, nas Igrejas, nos locais de trabalho e no trânsito. Eu não consegui sorrir para o casal e não tinha ninguém da CET para orientar, embora fosse no Largo Paissandu, bem no Centro de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário