terça-feira, 9 de agosto de 2011

Flores para Dilma

Para enfrentar os desafios

Ontem o noticiário só falava da Crise das Bolsas e da Crise no Mundo! Hoje cedo ao olhar os jornais, só tinha notícias da Crise Econômica. Em segundo plano estava a posse do novo Ministro da Defesa e o discurso de Dilma. Firme e delicada. Mas, dando o recado para quem precisava ouvir. O Brasil está acima dos interesses pessoais e corporativos. A hierarquia precisa ser respeitada. Destas coisas ela entende...

E quando eu fui pegar o paletó, com tanta notícia pesada na cabeça, olhei para o quintal e vi o pé de Jasmim coberto de flores, dava até para sentir o perfume das flores de Jasmim. Pequenas, belas e perfumadas. E o mundo tão agitado. Mas a cidade tem muitas flores para aliviar a tensão. Aí eu pensei: Será que alguém já pensou em enviar flores para Dilma? A nossa presidenta?

Com toda tensão da conjuntura, se ela tiver uma foto do netinho com a filha, bonitas flores para olhar e uma boa música para aliviar a alma, quem sabe ela encontre soluções e caminhos para ajudar o Brasil a superar a crise?
Há tempos que as pessoas estão preocupadas com o clima da imprensa, o clima do Congresso Nacional, o clima de tensão com denúncias de corrupção no governo, o clima da desindustrialização, do câmbio, da inflação, etc. Eu sempre respondo, Dilma, em silêncio como boa mineira, enfrentará todos os problemas e vencerá todos. Com Dilma, venceremos!

As pessoas acham que eu delírio. Mas eu falei para uns empresários que Dilma agiria para proteger a indústria automobilística e de auto-peças, e, ela já agiu. Defendeu os agricultores, pensa na educação, na saúde e está buscando uma solução para a violência urbana que toma conta do Brasil. Dilma é forte como um guerreiro. Mas Dilma também é mãe e avó. Dilma também gosta de Arte e Cultura. Gosta de música e de contar causos. Gosta de matar a saudade das aventuras quando criança e adolescente. Causos lá das terras de Minas...

Não sei onde Dilma guarda a foto do neto com a filha. Não sei se está na mesa de trabalho, na agenda ou na gaveta. Aquela gaveta que a gente abre de vez em quando para olhar algo que não fica exposto. Mas as flores, ela pode ver no computador, na sala de trabalho, no caminho de casa e no seu jardim especial. Daqui eu envio uma foto das minhas flores. E uma música que tem a ver com Minas e com o Brasil. Tem a ver com a nossa juventude e a nossa história. É TRAVESSIA, com Milton Nascimento, Fernando Brant e Wagner Tiso. É Minas, é Brasil, é Dilma!

Uma guerreira, que não perde a ternura, jamais. Esta é a nossa Dilma.


Nenhum comentário:

Postar um comentário