quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Dilma e a Arte de Pintar

Dilma na Carta Capital

A revista Carta Capital desta semana trás a primeira parte de uma entrevista exclusiva com Dilma. Na próxima edição tem a segunda parte. O título desta semana é “Dilma e o Presente”.

Mino Carta, velho jornalista italiano e libertário, também chegado a ser pintor, escreve já na introdução da entrevista, página 20, “Os gravadores ainda estavam desligados, a conversa versava sobre artes plásticas, quando Dilma Rousseff, por um instante, pensou em outra vida: “Vocês sabem que eu gostaria de ter sido pintora, não?”

Quantas coisas a gente gostaria de ter sido e acaba não sendo. Dilma não conseguiu ser pintora, e mesmo gostando de ver exposições, visitar museus e ler sobre Arte, Cultura e Literatura,arranja tempo para fazer política, governar e cuidar de flores, da filha, do neto e dos amigos. Este é o mundo moderno. Para dar conta de tudo, só mesmo sendo uma artista!

Eu fiquei pensando que tipo de artista seria Dilma: Modernista? Romântica? Renascentista? Cubista? Iluminista? E achei que ela seria mais Iluminista. Por que ela gosta de pintura e gosta de iluminar a vida das pessoas. Dizem que lá no Rio Grande do Sul ela lançou o programa “Luz para Todos” e foi um sucesso. Quando ela veio trabalhar com Lula ela lançou o mesmo programa para todo o Brasil e vejam que história interessante eu escutei:

Nas eleições de 2006, eu perguntei a um amigo que é filho de baiano, lá dos cafundós do mundo, no interior da Bahia, como ele estava vendo as eleições daquele ano. E ele, parecendo conversa de mineiro, respondeu: Eu acho que vamos ganhar esta eleição. Lula vai ser reeleito, apesar da imprensa. Eu todo surpreso com a firmeza dele perguntei por que tanta certeza. Ele respondeu: Conversei com meu pai, que nunca votou no PT, e ele disse-me que da Bahia ao Piauí todos vão votar em Lula. Meu amigo perguntou se era por causa da “Bolsa Família” e o pai dele respondeu que não, era por que agora todo mundo tinha luz elétrica nas casas. Um tal de “Luz para Todos”. Graças a ele, eles estavam tomando banho com água quente, tinham geladeira e até televisão para ver jogo, novela e noticiário. Eles tinham virado gente. Tudo isto em pleno final do século XX e graças a um tal de Lula.

E quem iluminou todo o Nordeste, o Norte e os rincões deste Brasil? Dilma com o “Luz para todos”. Logo, esta mulher é “Iluminista”! Ela Ilumina... Os iluministas combateram as trevas, o absolutismo, as monarquias, o pensamento único, a ignorância e falta de saúde... Falavam até em Contrato Social e Direitos Humanos.

Se Lula, sem fazer faculdade, deu aula para os doutores de como se governa um país; se Mino Carta, quando menino, sonhava em ser pintor e escritor, virou jornalista famoso e pintor nas horas vagas, fazendo até exposições, Dilma, mesmo não entendendo muito da Arte de Pintar, está iluminando o país e mostrando a todos a “Arte de Governar”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário