sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Câncer na Alma

Doença da moda...

É muito comum a gente ver na TV, no rádio ou nos jornais, que determinado político de Brasília veio para São Paulo, fazer tratamento de câncer no Hospital Sírio Libanês. Não sei porquê eles não se tratam em Brasília. Mas, se o Sírio Libanês é bom para tratar de câncer, eu vou verificar se eles tratam de “câncer da alma”. Podemos ter uma maratona ainda maior de políticos no Sírio.

Alguém deve estar pensando que quem trata da alma é o Sírio de Nazaré, aquela procissão de milhões de pessoas segurando uma corda lá em Belém do Pará. Mas políticos só gostam de pobre quando é para pedir votos, na hora da doença, eles gostam de se tratar nos Estados Unidos, no Albert Einstein e no Sírio Libanês.

E quem está com “câncer na alma”? Vocês devem estar pensando...
Eu ainda não tenho certeza, por isto estou procurando o Sírio Libanês, mas eu acho que Nelson Jobim está muito doente. Com alguma doença grave! Afinal, um homem grande e forte como ele, gauchão dos valentes, foi deputado, ministro, foi do Supremo Tribunal Federal, Ministro da Defesa que lida com homens valentes e armados, botou ordem na zona aérea dos aeroportos brasileiros. Um homem deste, começar a destrambelhar a falar besteiras e deselegâncias só pode estar doente!

E ninguém na imprensa percebeu isto?
A nossa imprensa gosta tanto de sangue, que não percebe quando está entrevistando alguém doente. Nas empresas, quando o funcionário começa a demonstrar desequilíbrio emocional, o chefe o encaminha para a assistente social ou para o RH. O funcionário pode entrar de licença ou mudar de função temporariamente.

Todo mundo via que Nelson Jobim estava doente. Porque provocador ele não é. Não existem juízes provocadores! Não combina com a função, embora eles sejam concursados. Mas Nelson Jobim era juiz sem concurso e nomeado por Fernando Henrique.Um comandante de tropa não pode exercer a função doente. O último louco a comandar tropas levou o mundo ao caos.

Mesmo ele tendo saído do Ministério da Defesa, os amigos devem sugerir que ele procure um bom psiquiatra. Se não existir um bom em Brasília, aqui em São Paulo nós temos um monte. Eu acho que São Paulo é a cidade do Brasil que tem mais psiquiatras. O mercado aqui é grande e tem muitos pacientes explícitos e implícitos...

Mas Brasília é a cidade do Brasil que tem mais religiões esotéricas... Eu também sou religioso, mas como eu sou do “orai e vigiai”, já venho rezando muito para Deus proteger Nelson Jobim, mas estou achando necessário ele complementar a reza com um bom psiquiatra. Com todo respeito, eu não o estou chamando de louco! Tem gente que acha que só quem vai para o psiquiatra é louco. Não, muitos vão por cansaço, stress, angústia, depressão, doenças de gente importante e de cidade grande. Por isto eu acho que Nelson Jobim deve passar uns dias em São Paulo. Pode até se hospedar na casa de José Serra. Seu grande amigo e que também entende de doenças da alma.

E que Deus proteja Dilma, porque Brasília continua cheia de políticos carentes. Ou doentes...

Um comentário:

  1. Eu fico temendo pela necessidade de camisa de força. Num cenário dos mais pavorosos, um atirador de elite postado em frente a casa do ex-ministro, ao lado de amigos, como Alvaro Dias, Serra, Fernando Henrique, Gilmar Mendes, Dra. Solange da Anac, todos no aguardo e na torcida para o dardo dopante para a remoção para a casa de repouso, ou mesmo, um sanatório. Acho que como o Sirio não deve dar conta, a sugestão são os ótimos estabelecimentos mantidos pelo Governo do Estado de S.Paulo na aprazível Franco da Rocha.

    ResponderExcluir