sábado, 18 de setembro de 2021

Eleição na Alemanha e eleição no Brasil

Democracia e barbárie Enquanto o mundo se prepara para receber o resultado das eleições que acontecem na Alemanha, particularmente com a despedida de Angela Merkel, o Brasil se envolve numa campanha eleitoral de loucos, corrompidos e degenerados de todo tipo. Os normais, mesmo sendo maioria da população, assiste de longe tão louco procedimento. Para os alemãs, é a primeira vez em 75 anos que o governante não sai candidato à reeleição. Angela Merkel, depois de 16 anos, deixará o cargo por livre e espontanea vontade. Com a despedida de Merkel, seu partido, de centro-direita, deve perder as eleições para os sociais democratas, de centro-esquerda. Morreu alguém na eleiçào alemã? Não, lá todos os grandes partidos participam do governo, por ser parlamentarismo e fazer unidade programática é a tradição. No Brasil, a cada dia que passa e a cada pesquisa que a Folha faz, mais Lula se consolida como provável presidente a ser eleito mais uma vez, no ano que vem. Será uma grande responsabilidade para Lula e para todos nós, que defendemos a democracia como princípiio e como aprendizado democrático e social para todos os brasileiros e brasileiras. Afinal, ganha-se em duas ou tres eleições e tambem se perde em duas ou tres eleições e todos colocam o país e o povo em primeiro lugar. A mesma Alemanha que espalhou o terror nazista no século passado, depois de perder duas grandes guerras, resolveu praticar para valer a democracia e a pluralidade. Todos ganhamos com isso. O Brasil só tem ma ganhar se incorporar os fatos positivos da Alemanha.

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Aposentar-se ou ser demitido: a dura realidade dos que chegam aos 60

Do sonho da aposentadoria ao desespero Era comum as empresas e os bancos fazerem festa de despedida para os que estavam se aposentando... Com o passar do tempo, as empresas e os bancos passarm a ter como política "demitir os funcionários antes de eles chegarem ao tempo d aposentadoria"... Agora, nem funcionários existem mais, eles são demitidos e recontratados como prestadores de serviço. São "pêjotas". Da mesma forma, era possível encontrar aposentados vestidos de pijama sentados na frente da casa ou encontrá-los nos bares e barbearia jogando cartas oudamas. Pessoas de alto conhecimento profissional e ociosas, por terem se aposentados cedo. Nem tanto ao mar, nem tanto à terra, hoje, o que predomina são os demitidos que ficarão, sem renda, sem emprego e sem ambiente dentro de casa. Estas pessoas idosas ou maduras passam a perambular pelas ruas. O caso da categora bancária serve bem como exemplo. De um milhão de bancários registrados com carteira profissional, direitos especiais como jornada de seis horas e assistência médica melhor que a média nacional, os bancários foram saindo ou demitidos dos bancos e sendo substituidos por terceirizados. Além da informatização intensiva e do surgimento dos bancos virtuais. A data base, quando se corrige os salários é o 1o. de Setembro. Os bancários de todo Brasil começam a telefonar para seus sindicatos perguntando quanto vem de reposição, se vem produtividade e quando vem a PLR - Participação nos Lucros e Resultados - geralmente DOIS SALÁRIOS. O que faz com que a categoria tenha QUINZE SALÁRIOS POR ANO. Os bancários de todo Brasil também têm Ajuda Alimentação, Ticket Refeição, jornada de seis horas e outros benefícios... Durante o período de juventude e maturidade, quem consegue entrar e ficar na categoria bancária é motivo de satisfação pessoal e familiar. Mas, mesmo estes herois, os que se aposentam, com o tempo vão sentindo o peso da discriminação... Não tem mais PLR, não tem mais ajuda alimentação nem ticket refeição, que compoem a renda dos que estão "na ativa". E muitos não tem algo extremamente importante, O CONVÊNIO MÉDICO. Quando você mais precisa de assistência à saúde, o aposentado não tem mais este fator de diferenciação qualitativa de um bom emprego. Sem um bom cconvênio médico, as doenças vão se acumulando e estes avôs e av'ós que eram só alegria de repente vão se transformando em demandadores... Outro fato relevante é que, se antes os aposentados morriam aos 60 ou 70 anos, agora a média subiu para 85 a 90 anos. Sendo que, cada vez mais temos visto aposentados com mas de 100 anos de idade. A China tem mais de 300 milhões de pessoas com mais de 60 anos e o Brasil tem mais de 30 milhões... E o governo vem piorando os direitos dos aposentados, acabando com as proteções sociais e, como empregador, vem cortando salários e benefícios de milhões de brasileiros e brasileiras. Até PELÉ está sentindo o que é ficar velho no Brasil.

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Quando privatização vira tragédia

As privatizações brasileiras são escandalosas... Se fosse um país sério, daria cadeia aos responsáveis. 1 - Os preços se multiplicam, mas são concessões do Estado, com monopólio ou oligopólio, sem risco. Isto mesmo, capitalismo sem risco. 2 - Os serviços oferecidos vivem falhando... mas continuam sendo cobrados, por serem monopólios. 3 - Eles infernizam nossas privacidades oferecendo maravilhas de produtos, e depois, nos ameaçam dizendo que devemos dez reais, 500 reais, etc. 4 - No caso da Vivo, que era vista como a melhor, na verdade é a menos ruim. Estou há um ano sofrendo as confusões de uma empresa, a Vivo, mas que para os clientes, são duas, a fixo e a móvel. Tenho umas dez páginas de reclamações e é mesmo que nada. Tive minha conta de mais de 15 anos apoderada por alguém que a transformou de pós pago em pre pago e invadiu minha vida, incluindo usando meu e-mail da UOL para tentar operar com bancos. De lá para cá, não consigo acertar os valores a serem pagos. Ontem recebi mais uma conta para pagar, pela UOL e original da VIVO. Mandei imprimir e percebi que não tinha nem meu nome nem meu endereço... Com cuidado tentei abrir como se fosse pagar. Como previsto, o beneficiário NÃO era a Vivo, e sim uma tal de DAXPAY, e o pagador era um tal de E. da Silva C. Isto é, se de cada cliente compulsório, o ladrão conseguir roubar os 248,55, não precisará nem jogar na megasena... E, para tentar salvar a gente do desespero, perdemos dias de trabalho, perdemos nossa paciência e nossos recursos... E os bancos ainda reclamam que, mesmo Bolsonaro, está privatizando pouco. E ainda temos que esperar até 2022 para tirar este governo criminoso? Oh Deus, tenha piedade de nós...

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Tres boas histórias...

Hoje tive um dia muito cansativo e resolvi registrar para vocês: 1 - Passei 12 horas seguidas tentando limpar o computador, limpar no sentido de tirar os programas velhos e os arquivos desnecesários. Para isto, foi fundamental o trabalho de nosso amigo especialista em informática LUIS GNEITING. Foi tanto trabalho que precisei deitar um pouco para recuperar as energias. 2 - Ainda sobre Dom Paulo Evaristo Arns - tinha imaginado que a Folha daria apenas uma nota sobre os 100 anos de Dom Paulo. No dia 14, dia do aniversário, saiu um bom artigo de Juca Kfouri. Mas esforço de Juca do que da Folha. Para minha surpresa, hoje saiu uma página interia falando sobre Dom Paulo. A Folha já foi grande amiga de Dom Paulo, ultimamente a Folha tem ficado mais conservadora, ou neoliberal... Mas quero registrar que fiquei alegre em ver a página da Folha dedicada a Dom Paulo. Uma prova inequívoca da existência de Deus. 3 - Por fim, quero voltar a recomendar que, quem tem Netflix em casa e ainda não viu, veja o seriado TOKYO TRIAL, o Julgamento de Tokio, logo após o final da segunda guerra mundial. Filosofia de qualidade, humor de juíjes e ironias à parte. O mundo precisa voltar a valorizar virtudes. Por fim, meu cansaço tem a ver com o Parkinson. Por mais que façamos exerdcícios e tomemos remédios, o corpo não obedece a mente, nem a mente obedece o corpo. É um aprendizado muito difícil. Além de conviver com incompreensões... Obrigado Luis Gneiting e obrigado Dom Paulo. Obrigado também para a Folha, os amigos de Dom Paulo também gostaram da matéria.

terça-feira, 14 de setembro de 2021

Dom Paulo e seu Centenário

Fatos históricos da Família Arns Imigrantes alemãs, quase todos falam alemão fluentemente. Os alemãs do Sul tinham duas tradições, uma era ter alguém na família que iria ser padre; a outra tradição é ter alguém nas Forças Armadas. Vivendo inicialmente da agricultura, a família Arns cresceu e passou a ter gente nos três estados. A familia Arns teve grande destaque na Igreja, e Dom Paulo já era uma liderança importante antes mesmo de ser bispo em São Paulo. Sua irmã, Zilda, decidiu que, em vez de ser professora, queria ser médica. O pai disse que preferia que ela fosse professora. Coube a Dom Paulo convencer seu pai de que Dona Zilda poderia ser uma grande médica. Dona Zilda foi aprovada para o curso de medicina, sendo a ÚNICA MULHER NA SALA DE AULA. Formada, escolheu Pediatria como especialização. Um sucesso de médica, pediu mais uma vez ajuda para Dom Paulo, para criar a Pastoral da Criança, onde ela poderia ajudar as crianças de todo Brasil. Do Paulo, além de se prontificar a ajudar, convenceu os demais bispos da ideia de se criar a nível nacional uma Pastoral para cuidar deas crianças. O primeiro grande sucesso nacional foi a criação do soro para combater a desidratação. Dom Paulo, grande estudioso, colecionava títulos e bons relacionamentos com todo tipo de gente. Comheci Dom Paulo quando eu estudava na Fundção Getúlio Vargas e Dom Paulo recebeu mais um título de Doutor Honoris Causa. Entusiasmado, pedi uma entrevista com ele para duvulgar entre os alunos e professores. Mais um sucesso. Com o crescimento da luta pela redemocratização do Brasil, Dom Paulo se multiplicava... Erasmo Dias, comandante da tropa de choque invadiu a PUC SP, cometendo dois crimes: Um que é invadir uma universidade, princípio internacional de que o espaço das universidades deve ser protegido da violência policial e, o outro crime foi invadir um espaço religioso... Dom Paulo liderou uma campanha internacional exigindo respeito às instituições... A partir de 1978, os trabalhadores, do campo e das cidades, começaram a fazer greves e manifestações contra a carestia, por melhores salários e por democracia. Dom Paulo cresceu de importância mundial. As greves passaram a ser o principal caminho para libertar o Brasil da ditadura militar... Concluindo o meu curso na FGV, participei da retomada do Sindicato dos Bancários de São Paulo, onde, entre tanta gente, conheci Waldemar Rossi, o líder da Pastoral Operária e frequentador assíduo da Cúria e da Comissão Justiça e Paz. Quando o Papa veio ao Brasil, Dom Paulo apoiou a iniciativa de se ler uma carta aberta sobre a repressão no Brasil. Waldemor Rossi a leu em pleno Estádio do Morumbi. Dom Paulo salvava vidas de adultos e Dona Zilda salvava vidas de pequenas crianças. Construindo um novo Brasil... Neste mundo de trabalho solidário, vim conhecer o filho de Dona Zilda, Rogério, que ajudava no Voluntariado. Numa das reuniões em São Paulo, em nosso sindicato, Rogério Arns conheceu Lycia, começando um namoro e formando uma nova família. Eu, como cupido, acabei virando padrinho de casamento. Dom Paulo faz aniversário hoje, 14 de setembro, Dona Zilda fez aniversário dia 25 de agosto, Rogério fez aniversário dia 17 de agosto e Lycia fez aniversário dia 12, neste domingo. O Brasil precisa ter orgulho e gratidão com as pessoas que contribuiram para fazer deste país uma Nação livre e soberana. Dom Paulo, Dona Zilda e toda a Família Arns merecem um museu em gratidão. Eu ajudei na campanha pelo prêmio Nobel da Paz para Dona Zilda Arns. Atualmente acho que, o mais correto é um Prêmio Especial para Dom Paulo e Dona Zilda, simbolizando a contribuição dos homens e das mulheres para um mundo de Paz e de Liberdade, com muita saúde e escolaridade. A imprensa brasileira deu pouco espaço ao centenário de Dom Paulo.

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Você é de direita ou de esquerda?

Como saber se a pessoa ou o partido politico é de esquerda ou de direita? O Brasil de alguns anos atrás não tinha racismo, não tinha preconceito com gêneros, e ensinava que os direitos e deveres eram iguais para todos. Com a redemocratização, as diferenças foram aparecendo, isto é, as pessoas passaram a explicitar estas diferenças, criando um mal-estar no primeiro momento e depois, até porque não dava para continuar negando, as pessoas e instituições tiveram que aceitar estas verdades. Vejam a relação abaixo onde apresento temas que, ao verificar a posição das pessoas ou dos partidos políticos em relação a cada tema, fica fácil de você saber se corresponde a conceitos de esquerda ou de direita. 1 - Democracia - todos se dizem democratas, mas quando dizemos que para ser democrata é preciso respeitar a vontade do povo - os eleitores - onde cada pessoa é um voto, como forma de diferenciar do dia a dia onde os ricos controlam as empresas e instituições, impondo suas posições, muitos vão querer dizer  que o judiciário pode por limite na democracia, ou mesmo o judiciário também pode  por limites. 2 - Em relação ao modelo econômico que deve ou pode ser aplicado no Brasil, raramente este tema é abordado nas campanhas eleitorais, facilitando assim que os politicos enganem ou mintam para os eleitores; 3 - Em relação ao Social, as pessoas e partidos defendem uma política de inclusão social onde as prioridades sejam acabar com a pobreza ou elas defendem que cabe ao mercado regulamentar isso. Quer dizer, que cada um estude e vá trabalhar para vencer na vida... 4 - Privatização - Ha pessoas que defendem que sejam vendidas todas as empresas e serviços púbicos, cabendo aos governos apenas a fiscalização, enquanto que há outras  pessoas que defendem que hajam empresas privadas e empresas públicas, como forma de garantir o serviço essencial para o povo e para o país. 5 - Você concorda que as Igrejas e a Imprensa façam campanhas para candidatos e partidos? Se sim, como respeitar os religiosos e leitores de jornais que apoiam outras pessoas e partidos, como ficam? 6 - Você concorda que empresas estrangeiras possam comprar todas as empresas brasileiras e possam controlar a educação, a saúde, o transporte e  a imprensa? 7 - Você concorda que ao definir Nossa Soberania Nacional, qualquer governo que quiser alterar tenha que consultar o povo em plebiscito, em vez de os parlamentares mudarem sozinhos? 8 - Você acha correto que o judiciário e o legislativo possam destituir prefeitos, governadores e presidentes, passando por cima dos eleitores que os eleitores que os elegeram? Sem fazer um plebiscito, por  exemplo? Se pode destituir e interromper o mandato, porque não se faz parlamentarismo de uma vez? 9 - É fato que existe atualmente uma crise de legitimidade dos partidos e dos políticos, você concorda em manter este sistema representativo ou concorda em se abrir um debate para implantar uma Democracia Participativa, envolvendo pessoas e instituições? 10 - Você concorda em participar e ajudar o Brasil a melhorar ou você acha que o Brasil não tem mais jeito e, se tiver oportunidade vai embora do Brasil?  

Democracia, divergências e respeito à verdade

Democracia, divergências e respeito à verdade. As manifestações de rua definem as eleições? Quem botar mais gente ganha? Mas, as eleições não são para todos os eleitores? Quanto por cento dos eleitores estão nas manifestações de rua? Usar da mentira, de agressões verbais e de golpes de Estado, ajuda ou atrapalha uma eleição? Usar a imprensa e as Igrejas para fazer campanha eleitoral, é normal? Xingar e desqualificar os candidatos, ajuda ou atrapalha? Na democracia, quem define as eleições são os votos nas urnas. As manifestações servem para motivar o eleitorado a escolher este ou aquele candidato. No Brasil, o fato de quase todos partidos fazerem os mesmos discursos ajuda o eleitorado a escolher o melhor candidato? Não. Este é um dos motivos de o povo não gostar de políticos. Fazer campanha eleitoral dizendo que tal partido é de direita e que o outro é de esquerda, ajuda ou atrapalha? O que define se um candidato ou partido é de direita ou de esquerda? Fazer coligações é legal e coerente? Como serão as regras para as próximas eleições?